Como ser Nômade Digital e trabalhar com mídias sociais?

Ser Nômade Digital é se aventurar pelo mundo enquanto trabalha remotamente. Para isso, você precisa ter uma fonte de renda que te permita viajar sem passar perrengues. Mas como isso é possível? Nós te explicamos nesse post como as mídias sociais irão te ajudar nesse processo!

Os nômades digitais são pessoas de extrema coragem, não só por seguirem seus sonhos de viajar o mundo, mas por conseguirem se equilibrar e se manter nessa (não)rotina.

Quem é Nômade Digital e o que faz?

O nomadismo digital é um estilo de vida, onde você trabalha remotamente para conseguir se sustentar e vivenciar suas viagens.

São pessoas incríveis e de grande admiração, pois para essa vida, é necessário muito esforço e disciplina para dar certo!

O nômade trabalha muito, pois na maioria das vezes, são freelancers e dependem de vários clientes para conseguir ter um padrão de vida bom. Para isso, é necessário montar uma rotina, mesmo que você esteja em uma troca de cidades, já que o cronograma das empresas é fixos e não vai se adequar a você por não poder entregar um documento no prazo combinado.

O trabalho digital será o seu melhor empreendimento para tornar essas viagens sustentáveis. É por meio da internet que você faz conexões com clientes e empresas por todo mundo.

Todas as profissões podem ser adaptadas ao trabalho digital, mas as principais são: desenvolvedor de websites, tradutores, fotógrafos, jornalistas, redatores, blogueiros, social media manager etc.

São muitas opções e futuramente nós falaremos sobre todas essas, mas neste post, nos voltaremos à última citada.

Entrevista com a Nômade @NathaliaViaja

Para entender melhor sobre esse estilo de vida, fizemos umas perguntas à nômade Nathalia que trabalha como Social Media Manager. Ou seja, ela gerencia redes sociais de clientes, criando posts e produzindo conteúdo para estes.

No momento da entrevista, a Nathália se encontra em New York City e aceitou responder nossas perguntas, que deixaremos aqui na íntegra:

Nath, quando você decidiu viver de trabalho digital?

Em 2017 quando eu estava trabalhando numa agência de publicidade e odiava. Comecei a pegar alguns clientes por fora, construí uma base e finalmente consegui sair daquele lugar. Foquei em trabalhar de home office e fui só crescendo desde então.

Sua vontade de viajar influenciou sua decisão de querer ser nômade digital?

Com certeza! Eu sabia que queria ficar um pouquinho em vários lugares, então a unica opção era ter um trabalho que eu pudesse “levar comigo”, algo que fosse remoto, online. E desde quando fazia faculdade de jornalismo, eu sabia que trabalharia em algo relacionado a viagens.

Qual é a parte mais difícil no seu trabalho?

Eu tenho bastante dificuldade em me organizar até hoje, tanto em relação à horários, quanto financeiramente também. Até porque é um estilo de vida bastante instável, mas um dia sei que chego lá.

Você se arrepende do que faz ou faria novamente?

Eu me arrependo é de não ter feito isso antes. Demorei demais pra me jogar, só aos 25 anos. E sim, faria tudo de novo! Até as partes ruins têm um cantinho no meu coração.

Em algum momento você pensou em desistir? Se sim, como foi?

Sim, algumas vezes em que a situação ficou BEM tensa, especialmente nos perrengues que tenho contado nos vídeos. Sempre converso muito com a minha mãe, todos os dias e, sei o sonho dela é que eu volte. Ela super entende que esse é o meu “chamado” e está feliz por mim. Mas ter a família longe é algo que é bem dificil pra mim.

Qual conselho você daria às mulheres que querem começar a investir em empreendedorismo digital?

Começa JÁ, tipo, hoje mesmo! Eu demorei TANTO e só por medo de falhar, medo do que as pessoas iam dizer ou pensar… Aprendi que nada disso importa.
99% dos casos a gente vai sempre surpreender positivamente as pessoas e até ajudar/inspirar de alguma forma.
Então, não tenha medo de agir e não espere a “hora certa”, porque isso não existe.

E então nessas cinco perguntinhas, a Nath nos disse que juntou o sonho de querer viajar o mundo com o trabalho que já tinha, mas que era infeliz na forma que o fazia.

Foi preciso muitas tentativas para conseguir entender como fazê-lo se adequar a essa mudança de vida tão sonhada. E quem acha que as tentativas pararam é que se engana, pois encontrar esse equilíbrio é um constante desafio.

O nomadismo digital é fácil?

Há muitos momentos de insegurança e até solidão quando se opta por viver viajando (sozinha) já que é preciso negar momentos com a família e os amigos em prol de você mesma o tempo todo.

Por isso, é importante ter muito bem esclarecido que este é o seu sonho e que é por conta disso que valerá a pena apostar suas fichas nele.

Quando o nômade digital não possui sua própria agência digital, normalmente ele é freelancers e trabalha com clientes fixos ou que conhece através das viagens.

Então esteja ciente que você tem prazos a cumprir, e caso não o faça, poderá perder um cliente grande no meio de uma viagem a Paris por estar sem internet e não fazer o combinado, por exemplo.

É necessário sempre se prevenir e se planejar para fazer tudo com antecedência.

Também é importante ter muita paciência e disciplina para saber controlar seus horários e gastos.

Quem acredita que o nomadismo digital é fácil, se engana!

Quanto recebe um Nômade Digital?

Ao longo da sua experiência, você como freelancer iniciará cobrando o valor mais baixo, mas que será justo com você, o seu trabalho e o cliente.

Conforme a experiência vai sendo adquirida, caso você nunca tenha trabalhado antes dessa forma, poderá começar a cobrar valores maiores.

O valor varia da área que você se dedica, pode ser de R$2000 até R$20000.

Há nômades que conseguem receber mais, mas isso porque já se tornaram experts na área, viajam fazendo divulgações e tem investimento em outras áreas. É tudo muito relativo e vai depender de como você quer trabalhar.

O importante é perseverar e trabalhar para se aprimorar, afim de que consiga ter poucos clientes e ainda sim uma boa remuneração.

O ideal é começar a se programar e a trabalhar antes mesmo de enfrentar tudo isso na estrada, já que o processo de adaptação e iniciação exige um esforço maior.

Por isso, como disse a Nath, comece já! Não espere o momento perfeito, pois ele nunca existirá.

Vale a pena ser Nômade digital?

Listamos os fatores “contra” esse estilo de vida, pois se começar com os pontos positivos, te faria querer largar tudo agora mesmo.

Quem não quer viajar pelo mundo e ainda estar recebendo dinheiro para se manter?

O jovem adulto moderno busca a liberdade financeira da mesma forma que a geográfica e sonha conseguir ambos.

Quem não deseja entregar um artigo para um cliente pela manhã e passar a tarde toda no Central Park ou aproveitando o mar da Tailândia?

Inclusive, um dos lugares mais procurados pelos nômades digitais é a Tailândia. Além de ser um lugar maravilhoso, tem uma internet que propicia o trabalho digital e tem um custo baixissimo em relação as grandes cidades.

Conciliar a realização de um sonho com o trabalho que você escolheu praticar, podendo conhecer novas culturas, lugares e pessoas, é perfeito!

O nomadismo digital é para você?

Como falamos, esse estilo de vida não é para qualquer um!

Você tem que ter muita coragem e disciplina.

A coragem começa no momento em que você pede demissão de um emprego fixo para viver em instabilidade financeira.

Além de que, você terá que mudar coisas na sua forma de viver para conseguir conciliar trabalho x viagem, como:

  • Montar uma rotina própria (vendo quais são suas prioridades)
  • Criar horários para trabalhar
  • Definir qual será o seu dia inteiramente voltado ao lazer

O autoconhecer para entender quais são seus limites físicos e psicológicos para essa vida, é muito importante!

A liberdade geográfica é um sonho de consumo, mas é importante saber se você está disposto a viver assim.

A Nath é social media manager, mas e você, qual trabalho você quer investir na área digital e/ou remota?

Gostou do post? Deixe seu comentário.

Escrito por

Feminista, empreendedora, viajante e muito sonhadora: estes são meus requisitos para viver e escrever. Também sou a redatora, produtora de conteúdo e social media deste incrível site.

Um comentário em “Como ser Nômade Digital e trabalhar com mídias sociais?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s